Wolke, o Border Collie que brilhou na cerimônia de IPO da Petz

#AgitoPet

A Petz, maior rede de petshops do pais em número de lojas, convocou um aliado ágil e esperto para marcar um momento especial na trajetória de 18 anos da empresa: Wolke, um Border Collie de 9 anos, que saltou para história como primeiro cão a apertar a campainha da B3, durante a cerimônia de IPO (Oferta Inicial de Ações) da Petz, realizada sexta-feira (11/09), em São Paulo.

O toque do amigo de quatro patas oficializou a entrada da Petz na Bolsa de Valores. Este momento consolida o protagonismo dos pets na operação da empresa, que une paixão, faro apurado para negócios e inovação.

Para que a participação do Wolke neste evento fosse possível, Marcelo Eckmann, veterinário, adestrador e um dos responsáveis pelo “Portal Tudo de Cão Transforma” e pelo treinamento da “Equipe da Tudo de Cão”, companhia especializada em adestramento, o treinou pelo período de duas semanas. Os comandos determinados consistiam em subir na cadeira, olhar para a câmera (webcam) e tocar com a pata na mão de Sergio Zimerman. Marcelo relata que o companheiro foi muito bem em todas as etapas e sua maior dificuldade foi realizar as ações com pessoas e ambiente diferente do habitual. Por isso o treino foi reforçado na véspera do evento.

Com facilidade para se adaptar a diferentes contextos e pessoas, Wolke recebe treinamento desde filhote e mantem uma rotina diária de exercícios ao ar livre, participa de aulas com outros cães, o que ajuda a exercitar sua sociabilidade. Com nove anos de idade, ele já é considerado um “focinho conhecido”, uma vez que atuou na premiada campanha da Petz sobre P et – com m erce , programa de inteligência artificial que permite que o próprio pet escolha os produtos de sua preferência.

Ao longo dos anos, Wolke desenvolveu inúmeras habilidades e é capaz de executar práticas complexas como o truque “cop cop”, em que ele anda apoiado nos pés do treinador, sabe fazer reverências – abaixando com a parte frontal e sabe se fingir de morto reagindo ao comando “bang” de seu treinador, andar de ré, de lado, fazer giros de ambos os lados.

Deixe uma resposta