Como calcular a quantidade de ração para cachorro filhote?

#AgitoPet
filhote com tigela na boca

O método para calcular a quantidade de ração para cachorro filhote é o mesmo utilizado para calcular a porção de alimentos em qualquer fase da vida do amigo de quatro patas. 

Isto é, de acordo com a Dra. Luiza da Silva, médica-veterinária da Petz Continente, na cidade de São José, em Santa Catarina, ela é calculada com base na quantidade de calorias que o cachorro precisa por dia, o que muda de acordo com fatores como peso, faixa etária e estilo de vida do pet.

filhote na tigela

Uma vez que o organismo dos cães depende de diversos nutrientes para funcionar corretamente, a composição da ração é outro fator que influencia na quantidade. Por sua complexidade, o ideal é que o cálculo da quantidade de ração para filhote de cachorro seja feito somente por profissionais especializados.

Qual é a quantidade ideal de ração para cachorro filhote?

Como mencionado acima, diversas variáveis influenciam no cálculo da quantidade de ração para cachorro filhote e adulto. Portanto, não existe um número que seja válido para todos os alimentos e cães, mesmo levando em conta diferenças como peso, porte e faixa etária. 

Além disso, também é preciso considerar a composição da ração escolhida, já que os ingredientes podem ser diferentes de uma marca para outra. Nesse sentido, a Dra. Luiza diz que, em geral, é possível basear-se nas orientações presentes na embalagem da ração. Ali, você encontra uma tabela de quantidade de ração para cães filhotes e adultos.

Isso porque os fabricantes já fazem todos os cálculos. Mas, para isso, é fundamental que o cãozinho tenha passado por um check-up recentemente, confirmando não haver nada de errado com a saúde dele. 

“Em casos em que o pet apresenta alguma condição de saúde diferenciada, devemos sempre buscar auxílio de um médico-veterinário a fim de descobrir qual a quantidade de ração para filhote de cachorro adequada às necessidades específicas do paciente”, diz a veterinária. 

Quanto às rações vendidas a granel, elas não são recomendadas pelos especialistas, pois, além da dificuldade no controle da qualidade, também estão mais sujeitas a contaminações.

Posso dar ração de adulto para cachorro filhote?

Não importa qual é a idade do seu amigo de quatro patas, é fundamental respeitar as indicações do fabricante referentes à faixa etária. Isso porque a exigência nutricional muda de acordo com a idade. 

“A ração para filhotes tem uma proporção diferente de cálcio e de fósforo, que são minerais essenciais para o crescimento”, explica a Dra. Luiza. “Outra diferença é o aumento dos níveis de gordura e proteínas, que fornecem energia e aminoácidos essenciais que proporcionam um crescimento saudável”, completa. 

vários filhotes comendo juntos

Em relação ao momento certo de fazer a transição para a ração de adulto, ela varia de acordo com o porte do cachorro. Cães de pequeno porte atingem a maturidade mais rápido que cães de médio ou de grande porte. Em caso de dúvidas, consulte um veterinário.

Seja como for, é importante que a troca seja feita de maneira gradual para evitar problemas gastrointestinais. Isso vale para todas as trocas de ração realizadas ao longo da vida do pet.

Quantas vezes um filhote de cachorro deve comer por dia?

Definida a quantidade de comida para cachorro filhote, resta saber como distribuí-la ao longo do dia. “Para cães de até quatro meses, devemos fracionar o alimento entre quatro a seis porções ao dia.

Isso porque o metabolismo dos pequenos ainda não está completamente formado, podendo apresentar hipoglicemia (baixa glicose no sangue) caso fiquem muito tempo em jejum”, alerta a veterinária. 

A partir dos quatro meses de vida, a Dra. Luiza recomenda fracionar a quantidade de ração para cachorro filhote em três porções diárias. Isso, claro, desde que a rotina da casa permita. “Famílias que ficam fora de casa o dia todo podem reduzir para duas refeições, situação que a grande maioria dos cães tolera muito bem”, afirma. 

Já o conselho para aqueles que acreditam ser possível dar comida ao pet uma única vez ao dia é que é bom reconsiderar. “Devemos evitar ao máximo”, recomenda a Dra. Luiza.

filhote com tigela na boca

Isso porque, segundo a especialista, o animal faz a ingestão de uma grande quantidade de comida para cachorro filhote de uma só vez, o que leva a uma maior formação de gases, dificuldades de digestão e pode até mesmo ocasionar problemas graves, como a torção gástrica, mais frequente em cães de grande porte.

Fonte: Petz

Deixe uma resposta