National Geographic apresenta #ReveillonParaPets

#AgitoPet

RÉVEILLON PARA PETS”,

uma iniciativa da National Geographic para conscientizar sobre os efeitos negativos dos fogos de artifício em pets

Especial de música clássica será transmitido nos canais National Geographic a fim de diminuir o estresse que os fogos de artifício causam nos animais durante as festa

Pelo terceiro ano consecutivo, no dia 31 de dezembro, às 23:55, os canais National Geographic e National Geographic Wild apresentam “Réveillon para Pets”, um especial de uma hora com música clássica e imagens relaxantes para ajudar os pets a combater o medo e o estresse gerado pelos fogos de artifícios.

A proposta segue o conselho de especialistas que garantem que a música clássica acalma os animais. Fiel ao estilo do National Geographic, o especial será um tributo às maravilhas do mundo selvagem, desde as profundezas de nossos oceanos e costas do mar até nossas montanhas e locais terrestres mais enigmáticos e surpreendentes.

Quem quiser, pode participar da iniciativa por meio das redes sociais, compartilhando dicas e fotos de seus animais de estimação com a hashtag #ReveillonParaPets.

As festas de fim de ano costumam ser momentos de diversão e alegria, mas para animais de estimação, as explosões de fogos de artifício geram arritmia, medo, tontura, falta de controle, entre outros sintomas. Portanto, a organização sem fins lucrativos “El Campito Refugio” listou algumas recomendações para cuidar de animais de estimação:

• Evite amarrá-los, pois os animais podem se ferir;

• Evite deixá-los em um terraço ou varanda;

• Se eles forem ficar sozinhos, deixe-os em uma sala segura, livre de obstáculos, sem espelhos ou bordas afiadas e com as cortinas fechadas;

• Monte um abrigo com água fresca e música alta (os especialistas dizem que a música clássica ajuda a combater o estresse). Não deixe alimentos e verifique se estão bem de vez em quando;

• Tente não tocá-los, pois isso pode reforçar o estresse;

• Identifique-os com uma coleira que mostre claramente um telefone de contato para que, se eles escaparem, possam ser devolvidos;

• Se forem deixados sozinhos, é indicado passear com os cães, para que fiquem mais cansados;

• Sempre consulte o veterinário antes de optar por sedativos.

Deixe uma resposta