Obesidade em cães e gatos pode levar ao óbito

#AgitoPet

Sobrepeso pode levar a inúmeras doenças, como diabetes, dores articulares, doenças cardíacas, doenças respiratórias, e se não tratada pode levar à morte do animal.

A obesidade está cada vez mais presente na vida dos animais domésticos, o que reflete as escolhas alimentares por parte de seus tutores. E junto com o sobrepeso vem as doenças como diabetes, dores articulares, doenças cardíacas, doenças respiratórias causadas pelo tecido adiposo – que reduz o tamanho da traqueia -, gordura no fígado e acometimento renal, entre outros problemas.

Uma das maiores causas para isso, segundo a veterinária Isabela Ribeiro, é a crença dos tutores de que os cães e gatos têm vontade de comer tudo que os humanos também gostam como comida. “Nossos hábitos alimentares, principalmente quando falamos de doces, pães e frituras, são totalmente adversos às necessidades alimentares dos pets”, pontua Isabela.

A única semelhança entre humanos e animais domésticos é o método para perder peso: ingerir menos calorias e gastar mais por meio do exercício físico. “O controle do peso dos cães é feito basicamente através de uma alimentação regrada, com ração de qualidade, petiscos saudáveis e uma suplementação adequada”, explica a profissional. Ela inclui os exercícios físicos na equação para perder peso: “a prática de atividade física regular, como caminhadas, passeios e brincadeiras auxiliam muito na queima de calorias”, complementa.

 

Segundo a veterinária, o uso de suplementos é elemento importante para o processo, pois os micronutrientes melhoram a imunidade e a saúde geral dos pets. “Uma dica é procurar suplementos que contenham nutrientes que ajudam no metabolismo de gorduras, pois isso ajudará bastante o processo, mas sempre com orientação veterinária de acordo com as necessidades de cada animal”, pontua.

Deixe uma resposta