Guarujá conscientiza sobre adoção responsável de pets

#AgitoPet

Quem maltratar cães ou gatos pode ser punido com reclusão de até cinco anos, multa e proibição da guarda de animais, conforme a Lei Sansão

Em uma casa insalubre no distrito de Vicente de Carvalho, magro e debilitado. Foi assim que os profissionais da Diretoria de Bem-estar Animal de Guarujá encontraram o pitbull Thor, em fevereiro deste ano. Após denúncia de maus-tratos, ele foi resgatado e levado até o Canil Municipal, onde recebeu todo o tratamento necessário. Hoje, ele está de alta médica, saudável, e espera por uma nova família.

Assim como Thor, diversos outros animais também são acolhidos no local pelo mesmo motivo. Dessa forma, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) aderiu ao ‘Dezembro Verde’ para conscientizar a população sobre a responsabilidade de adotar um pet. É preciso levar em consideração diversos fatores, como disponibilidade financeira para arcar com ração, vacinas e remédios.

Além disso, maus-tratos contra cães e gatos é crime, conforme a Lei 14.064/20, conhecida como Lei Sansão, e pode resultar em punição com dois a cinco anos de reclusão, multa e proibição da guarda de animais.

Para denunciar alguma situação deste tipo, o munícipe deve se dirigir até o Canil Municipal (Avenida Maria Lídia Rêgo Lima, 301 – Jardim Conceiçãozinha), de segunda a sexta-feira, das 8 às 12 horas ou das 13 às 17 horas. Outra opção é ligar para a Polícia Militar Ambiental pelo telefone (13) 3348-4750.

Adoção

Neste momento, o Canil Municipal conta com 193 animais, entre cães e gatos. Desses, 64 estão em tratamento, aguardando alta médica e 129 estão disponíveis para adoção responsável.

Todos os adotados lá são vermifugados, castrados (ou saem com agendamento para o procedimento) e vacinados com a primeira dose da vacina V10, para cães e V4, para gatos. Além disso, os pets saem microchipados, técnica consiste na implantação de um chip que contém informações sobre saúde, raça e o dono.

Interessados devem comparecer ao local (Avenida Maria Lídia Rêgo Lima, 301 – Jardim Conceiçãozinha), onde passarão por entrevista, de segunda à sexta-feira, das 08 às 12 horas ou das 13 às 17 horas. É preciso ser maior de 18 anos e ter em mãos documento oficial com foto (RG ou carteira de habilitação) e o comprovante de residência.

Deixe uma resposta