Natal com cachorros e gatos na ceia e nos presentes

#AgitoPet

Do momento da ceia à hora dos presentes, há alternativas para os cães e gatos celebrarem em família

Quem tem pets sabe que a família só está completa com eles. Especialmente neste fim de ano de pandemia, em que muitos tutores não poderão estar com seus parentes, por que não incluí-los nas comemorações de fim de ano?

No caso dos cachorros, conhecidos por, em geral, serem muito comilões, já existem diversos produtos na área de pet food que podem compor uma bela ceia canina: panetone com pedacinhos de carne, biscoitos decorados com Papai Noel, brownie e até mesmo cerveja e vinho.

“A nossa comida de natal e de ano novo geralmente é muito temperada, envolve alimentos que não são da dieta dos pets e podem provocar desde vômitos até quadros mais sérios como uma gastroenterite hemorrágica ou uma pancreatite. Por isso a gente recomenda que sejam oferecidos apenas produtos que foram pensados para eles, que têm a quantidade adequada de proteínas, carboidratos, sódio – tudo calculado para os animalzinhos”, explica a Dra. Julia Mathias, veterinária do Centro Veterinário Seres.

Ela lembra, ainda, que os chocolates são altamente tóxicos para os pets e, como eles são ligeiros, é bom ficar de olho se não vão aproveitar um descuido para pegar um pedaço de chocotone. Para os gatos também há alguns petiscos mais festivos como bolo decorado sabor salmão e até mesmo sorvete sabor carne.

Presentes. Além da participação na ceia, eles também podem ser lembrados no momento de presentear. Alguns brinquedos são mais que diversão e ajudam no desenvolvimento dos pets como o Pet Ball Interativo em que a ração fica dentro de uma bola estimulando o cachorro ou gato a conseguir retirar o alimento por um pequeno orifício. Como opção tecnológica para os gatos, o Phanton pode render bons períodos de distração, trata-se de uma torre que emite um feixe de laser que se movimenta no piso, estimulando os felinos a perseguir e agarrar o ponto luminoso.

Mas, em se tratando de brinquedo para cães, o macaco Chalesco é um dos mais vendidos na rede Petz, o maior petshop do país em número de lojas, ou seja, é sucesso de norte à sul. Como seus braços são molengos, quando o cachorro abocanha o macaco pelo corpo, o bichinho de pelúcia se “debate”, simulando o movimento de uma presa real.

Sobre o Centro Veterinário Seres
Seres é uma marca do Grupo Petz, que tem como missão entregar o que há de mais avançado em medicina veterinária por meio de uma experiência única para pets e seus tutores. É por essa razão que todas as atuais Clínicas Veterinárias Petz estão se tornando Centro Veterinário Seres para entregar cada vez mais comodidade, conforto e saúde ao alcance de todos os tutores e seus pets, garantindo cuidados 24 horas (hospitais veterinários), atendimentos de emergência e medicina veterinária preventiva.

Deixe uma resposta