Serragem para hamster e outros roedores é segura?

#AgitoPet

Substrato para hamster e outros roedores

Porém, antes de respondermos se a serragem para hamster e outros roedores faz mal ou não, precisamos entender qual a importância do substrato na vida desses dentucinhos.

“Os roedores não devem ficar soltos pela casa sem supervisão, por isso é importante acomodá-los em gaiolas ou cercados. Nesses cercados, além de brinquedos e alimentação também devemos adicionar um substrato, cuja função é absorver e controlar o odor das necessidades fisiológicas desses animais”, explica a bióloga Rayane Henriques.

Os substratos podem ser usados na gaiola ou no cercado de duas formas: preenchendo todo o fundo ou em caixinhas posicionadas no interior da gaiola, que servirão como banheirinhos para o pet. Cada pet pode preferir uma das opções, por isso, faça o teste e veja o que seu roedor prefere. Sem o substrato, a gaiola ficará suja e o animal poderá adoecer.

Agora que você já conhece a importância do produto, que tal descobrir mais sobre serragem para hamster?

Tipos de serragem para hamster

Antigamente, não existiam muitas opções para a forração das gaiolas e o substrato mais utilizado era a serragem de madeira, também conhecida como maravalha. Com o passar dos anos e a popularização dos roedores como pet, vários substratos foram surgindo e, hoje, é possível encontra-los em diversos materiais, por exemplo:

  • serragem de pinus
  • granulado mineral
  • granulado de celulose
  • maravalha de eucalipto
  • tecido.

A questão é tão polêmica, pois os produtos apresentam tanto prós quanto contras. Para ajudar a conhecer um pouco mais e decidir qual o melhor substrato para a gaiola do seu pet, nossa bióloga Rayane Henriques explica em detalhes.

“O substrato mineral, chamado de mineral peletizado, é específico e atóxico para roedores. Ele possui excelente absorção de odor e umidade. Porém se usado em toda a extensão da gaiola e o animal permanecer constantemente em contato, pode ter ressecamento das patas resultando em rachaduras ou calos. Seu uso é mais recomendado em banheirinhos individuais no interior da gaiola”, explica a bióloga.

O granulado de celulose é outro substrato que pode ser usado para hamster, porquinho-da-índia e outros roedores. “Atóxico para roedores, a celulose tem absorção eficiente. Porém, um ponto negativo é que ela não possui um controle eficaz de odores. Pode ser utilizado em todo o cercado ou gaiola sem que prejudique a pata dos animais”, completa Rayane.

Já o granulado de pinus é um substrato que provém de matéria prima vegetal em pó que passa por um processo para se transformar em pellets. É de excelente absorção e controle de odor, também pode ser colocado em toda a gaiola. “No entanto, ele é um material que esfarela ao absorver a umidade, por esse motivo devemos sempre ficar atentos a manutenção do local, evitando que esse pó seja inalado pelos roedores”, acrescenta Rayane Henriques.

Por fim, os tecidos ou tapetes higiênicos não são materiais próprios para roedores, e ao colocá-los na gaiola, o animal pode roer e engolir alguns pedaços causando uma obstrução intestinal. Não use!

Mas, e a serragem?

Pode usar serragem na gaiola de roedores?

“Também proveniente de matéria prima vegetal, tem pouca absorção de umidade e controle de odor. É um material que os roedores adoram porque conseguem se esconder e utilizar como enriquecimento ambiental podendo ser usado em toda a cobertura do fundo”, explica a bióloga.

Portanto, apesar de não ser tão eficiente para para eles usarem como banheirinho, a serragem para hamster deixa a gaiola melhor para o pet. Eles adoram!

Agora que você já sabe tudo sobre serragem para hamster e outro substratos, está preparado para as dicas finais da bióloga Rayane Henriques?

“Sempre devemos optar por um substrato específico para a espécie, pois ele foi estudado e desenvolvido para essa finalidade. Mais importante do que a escolha do substrato, é a manutenção da gaiola que deve estar sempre limpa. Para isso, podemos higienizá-la uma vez na semana com produtos a base de amônia quaternária que são excelentes desinfetantes e menos agressivos que os famosos hipocloritos, além de limpeza diária em comedouros e bebedouros. Assim, independente da escolha por serragem, granulado ou mineral, nossos animais vão sempre permanecer saudáveis”, completa Rayane.

Fonte: Blog Cobasi

Deixe uma resposta