Veterinária da Petz orienta como lidar com os latidos

#AgitoPet

 

Saiba os motivos que levam os bichinhos de estimação a latir para evitar problemas de convívio social; nos EUA, Justiça determina cirurgia para corte das cordas vocais e provoca reação nas redes sociais

Uma decisão da Justiça americana, que obriga um casal do Oregon a submeter seus cães à cirurgia para corte das cordas vocais por latirem muito, está provocando reação nas redes sociais. “O latido pode ser desconfortável, mas é uma forma de comunicação dos pets. Para o convívio social, é importante conhecer os motivos do problema para saber lidar da melhor forma possível”, orienta  a veterinária Karina Mussolino, gerente técnica de clínicas da Petz.

 

Os cães podem latir por vários motivos, como medo, excitação, ansiedade, tédio, maneira de dar algum aviso e, às vezes, simplesmente para chamar a atenção. “Mas se o latido começou a incomodar, a questão no convívio social não deve chegar ao limite e o bom senso deve prevalecer”, afirma a Dra. Karina. A seguir algumas dicas de como lidar com essa questão: 

 

 1 Diga “não”, “quieto” ou “silêncio” de forma firme quando o pet começar a latir sem um motivo evidente;

 

 2 – Dê “parabéns” ou um pedacinho de petisco, assim que ele obedecer ao que foi ordenado;.

 

 3 – O ideal é começar a treinar os pets a não latir por qualquer coisa desde filhote;

 

 4 Estimule o cão a fazer atividades físicas e mentais, pois muitos costumam latir quando estão com a energia reprimida;

 

 5 – Fazer caminhadas, jogar bola e estar ativo vai ajudar o seu cão a gastar energia e regular o latido, além de trazer outros benefícios, como a satisfação, alegria e socialização;

 

6 – Se o seu bichinho está latindo porque quer que você se levante e jogue algo para ele pegar, diga que não quer e não pode brincar. Ele tem de entender que há regras e momentos para ele;

 

7 – Muitos pets latem por se incomodar com algo externo. Neste caso, limite o acesso dele às portas, janelas, quintais e portões. Faça com que ele fique nestes locais sob supervisão, para que seja advertido quando começar a latir.

 

Deixe uma resposta